“História de um casamento” ou sobre como nos divorciamos

“Marriage Story” é, na verdade, a história de um divórcio. O filme de Noah Baumbach narra o fim do casamento entre Nicole e Charlei, pais de Henry de 8 anos.

Por que o casamento acaba? Nicole acredita que se anulou – pessoal e profissionalmente – diante de Charlie, já ele não vê motivo claro para o fim. O casamento acaba porque deixamos de dizer o que importa… porque esquecemos porque casamos…porque não temos mais projetos conjuntos…porque alguém nos olha como há tempos não somos vistas…porque as escolhas profissionais são questionadas…porque um acredita que educa os filhos melhor que o outro…porque ninguém se escuta…porque nos sentimos presas…porque admiração acabou …porque financeiramente a conta não fecha…porque os filhos cresceram e nada restou entre o casal.

Por que o filme nos impressiona? Porque Nicole e Charlei somos nós. São os nossos clientes. Nicole e Charlie são nossas escolhas (ou falta delas) ao viver um conflito. São todos que usam os filhos para ferir o outro… são todos que destroem o desejo do outro de exercer a parentalidade… são todos que encabeçam brigas judiciais para que o estudo psico social diga quem é melhor… são todos que não conseguem se responsabilizar, apenas acusar…são todos que prometem resolver da melhor forma e contratam advogados tubarões…são todos que curtem um vinho juntos e depois colocam nos autos que o outro bebe em demasia…são todos que barganham o afeto dos filhos…são todos que acham que o problema é que lá as crianças não têm rotina…são todos que não assumem as próprias escolhas…são todos que não conseguem dialogar.

“História de um casamento” é sobre como nos divorciamos. Assisto esse filme todos os dias. Vejo as escolhas mais difíceis sendo feitas. Vejo as pessoas desistindo de terminar o casamento com respeito e diálogo. O divórcio é o último capítulo do livro “casamento” e, ao mesmo tempo, o primeiro do livro “recomeço”. É importante escreve-lo com cuidado. “O que chamamos de começo costuma ser o fim e fazer um fim é fazer um começo. O fim é de onde começamos” T.S.Eliot.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s