Novo artigo na Revista de Arbitragem e Mediação

A Revista de Arbitragem e Mediação N. 57 publicou meu artigo, em co autoria com minha parceira de trabalho a advogada Marília Oliveira e Telles,  “Mediação após o novo Código de Processo Civil e a Lei de Mediação – avanço ou retrocesso”. Fizemos uma análise da mediação de conflitos a partir do novo CPC e da Lei de Mediação.

“A mediação é meio de acesso à Justiça – e isto não significa necessária e nem exclusivamente acesso ao Poder Judiciário. O uso sistemático da mediação poderá ter como consequência a ampliação deste sistema, uma vez que privilegia as relações interpessoais e transforma o paradigma “ganhador/perdedor” que ainda hoje norteia o Judiciário. A mediação nos aproxima do ideal de Justiça e dos novos valores hoje presentes na sociedade civil, baseada na livre e autônoma vontade do sujeito de direito.

O esforço para que o novo CPC e a Lei de Mediação representem um real avanço para os meios de resolução de controvérsias não é e nem será pequeno. Capacitação de excelência, formação continuada, busca por boas práticas, mudança de cultura, conscientização dos juízes e advogados são condições importantes, mas não suficientes.

É preciso dar voz a quem vive o conflito. Colocá-lo no centro da mesa com poder decisório. Ouvi-lo com todos os sentidos. Fazê-lo acreditar que sua história não é apenas mais uma demanda. A partir disso é possível pensar em justiça. Justiça em sentido amplo, ou melhor, amplíssimo.”

Leiam o texto na íntegra no link abaixo. Espero que gostem !! #somosavanguardadodireito

Publicação

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s